Quarentena com Jesus

Estamos vivendo nesse momento uma quarentena, para nos refugiarmos de um inimigo invisível e que aparentemente parece imortal. Diante disso, muitos tem ficado temerosos e sem esperança de dias melhores.

Mas é nesse momento que Jesus nos leva de volta ao capítulo 1 de Atos, pois os discípulos estavam em uma situação semelhante a nossa. Refugiados no cenáculo com medo das autoridades que haviam crucificado o seu mestre. Diante de um inimigo invisível que era a morte. Eles pensavam que não haveria mais um novo amanhã e que todos os seus sonhos estavam terminados.

Foi então que Jesus apareceu e os levou a uma quarentena de 40 dias de comunhão com Ele. Nesse período ele os falou acerca do Reino dos Céus e deu-lhes orientações.

Reafirmou a promessa do consolador, que os capacitaria para a obra que os tinha chamado e os advertiu para ficar em Jerusalém até a hora de saírem cheios do poder para pescarem outras vidas.

Eles o obedeceram e em Atos 1:14 tomaram posição de perseverante em oração e súplica, juntos com os seus irmãos.

Que nessa quarentena possamos aproveitar para tomarmos a mesma posição de estar em comunhão com Jesus através da Sua Palavra, firmes em oração (Colossenses 4:2-4) para que Deus abra as portas para propagação do Evangelho, pela Igreja que está sofrendo perseguição, por todos os intercessores e autoridades (1 Timóteo 2:2), pela salvação da humanidade para que cheguem ao conhecimento da verdade (vers. 4) e pela salvação do povo judeu (Romanos 10:1, 11:25,26).

Os discípulos em Atos 1:6 perguntaram quando seria a restauração do Reino a Israel. Essa reposta aconteceu em 1948 e 1967 no reino material, faltando agora o espiritual.

Por isso precisamos estar em comunhão com o nosso Deus e atentos ao sinais pois a nossa redenção está próxima.

Que Deus nos ajude e nos abençoe.

Por Maria Elisa
Missão Aliyah / Rio de Janeiro (Brasil)

Categories:

No responses yet

Deixe uma resposta